Comportamento

Capítulo 15 – É importante nos reconectarmos a quem nos faz bem

Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

O ano era 2020. Lembro como se fosse hoje quando para o bem da nossa saúde mental nos afastamos de quem nos fazia mal. Iniciamos esse afastamento na época da guerra partidária e o ápice chegou quando nossos parentes, amigos e conhecidos negaram (ou minimizaram) a existência de uma pandemia. Filhos deixaram casas, famílias cortaram laços, tudo parecia que ia explodir e muita gente saiu ferida nessa guerra. Olha, eu não estou aqui dizendo para você voltar a estreitar laços com quem te feriu mas queria que você se lembrasse que é importante nos reconectarmos a quem nos faz bem.

Deixa eu te contar um segredo: Eu criei esse site com uma finalidade mas ela acabou mudando com o tempo. Inicialmente eu queria utilizar a plataforma para postar sobre as aulas no estilo Instagram de estudante. Mas acabou se tornando com o tempo um formato mais no estilo diário/blog de estudante mesmo. A categoria dinheiro por exemplo foi baseada em alguns amigos e familiares que não conseguiam controlar as finanças. Eu ficava muito triste por não ter controle sobre o dinheiro e queria entender isso. Também ficava triste ao ver alguns familiares passando por dificuldades financeiras. Eu acredito que mostrar a relação entre o dinheiro e o nosso cérebro ajudaria, por isso tornei “dinheiro e finanças” uma categoria. Por incrível que pareça, ganhar dinheiro é apenas a ponta do iceberg, é preciso ir além e entender o consumo, a história, as armadilhas e o futuro.

Estudantes

A categoria “estudantes” ajuda a tirar dúvida de alguns colegas alunos e ingressantes, mostrando que eles não estão sós em seus questionamentos. Eu me senti (e ainda me sinto) muito perdido em alguns assuntos e encontrei pessoas como eu que estavam inseguras. Algumas estão em pânico pois acham que não aprenderam o suficiente. Outras possuem o conhecimento mas não possuem experiência ainda. Algumas até possuem conhecimento e experiência mas não se sentem a vontade em compartilhar. Dessa forma, a categoria “Estudantes” foi inspirada neles. Talvez o formato mude novamente após o fim da graduação (que acaba agora em 2022) então até lá seguimos em transformação. É importante nos reconectarmos a quem nos faz bem e ter o contato direto com os colegas de classe me ajuda a não esquecer isso.

O que eu quis te explicar ao contar isso, é que muitos textos são baseados no que eu acabo vivendo no dia a dia inclusive com alunos e amigos. Eu vi amigos, alunos e colegas se afastarem de todos e vi alguns sofrendo enormes dificuldades em retornar ao convívio considerado “normal”. E queria lembrar a eles e a quem se identificar que além de nós sentirmos a falta deles, esse movimento pode ser muito benéfico.

Distantes e felizes. Mas não pra sempre.

Na Pandemia o número de agressões domésticas aumentou bastante seguido também do aumento no consumo de álcool. O isolamento forçou convívios que nem sempre foram harmônicos , o que fez com que muitas relações instáveis piorassem. Do outro lado, amigos brigaram pelo Facebook, Instagram, Whatsapp e por manifestações. Infelizmente muitas dessas pessoas se viram impossibilitadas de recuperar antigos laços afetivos, além da dificuldade de iniciarem novos relacionamentos (não apenas amorosos). Em alguns momentos eu me senti muito só, e sei que você também se sentiu. Em alguns dias pareciam só haver pessoas horríveis no mundo! Se é importante nos reconectarmos a quem nos faz bem, o que fazer quando estamos sozinhos?

Mas essa sensação foi diminuindo e talvez (só talvez, depende muito de você) seja hora de olhar ao redor. Pense que depois de um dia muito ruim, o sol esteja começando a brilhar novamente. Partindo do pressuposto que novas pessoas trazem novas experiências, existem pessoas ao nosso redor que podem ajudar.

Tudo bem, é importante nos reconectarmos a quem nos faz bem você já sacou. Mas se ainda assim você sentir dificuldades em se conectar a novas pessoas (ou reconectar a antigas), talvez seja bom conversar sobre isso com alguém de confiança e procurar a ajuda de um terapeuta, psiquiatra ou psicólogo.

Pequenas batalhas foram vencidas

Não estou dizendo como quando ou onde, apenas que é importante e que pode ajudar. Nesse momento vamos vencendo a Pandemia com vacinação, baixa na taxa de mortes porém muitas incertezas nos seguem e lidar sozinho com tudo pode não ser o ideal. Eu presenciei muitos amigos que não conseguiram trilhar o caminho inverso e precisaram de ajuda. Cientificamente falando, nosso cérebro precisa de estímulos variados para se manter mais ativo e ter outras pessoas por perto ajuda muito. Também é importante sentir pertencente e ajudar as pessoas ao seu redor que estejam passando pelo mesmo. Em palavras simples, o ser humano funciona melhor quando está cercado de apoio.

Nunca mais voltaremos ao “antigo normal”, mas ao darmos os próximos passos, é bom ter com quem contar. É bom olhar ao redor e selecionar algumas pessoas que nos façam bem para seguirmos a jornada. Muita coisa aconteceu, mas tem muita coisa pra acontecer também e coisas boas. Então escolha uma boa hora, pegue seus melhores amigos e vamos voltar a caminhar. Se precisar de ajuda, procure um profissional, não há vergonha alguma nisso. Se precisar de dicas me manda uma mensagem, estarei muito feliz em ajudar!

E lembre-se, os textos não são verdades absolutas, são apenas faíscas para que você se inspire e direcione da forma que melhor funcione para você!

Em palavras simples, o ser humano funciona melhor quando está cercado de apoio. É importante nos reconectarmos a quem nos faz bem

Um grande abraço e espero te ver aqui na próxima postagem. O nono semestre chegou e tem muitas descobertas que eu gostaria de compartilhar com você! Até breve!

One reply on “Capítulo 15 – É importante nos reconectarmos a quem nos faz bem”

  1. The next time I read a blog, Hopefully it doesnt fail me just as much as this one. I mean, Yes, it was my choice to read through, but I actually thought you would have something useful to say. All I hear is a bunch of moaning about something that you could fix if you werent too busy searching for attention.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.