Dinheiro-Finanças Estudantes

Capítulo 12 – 3 maneiras de investir em você gastando pouco dinheiro

Chegamos a mais um capítulo sobre dinheiro e eu decidi criar este texto trazendo maneiras de investir em você gastando pouco dinheiro. Estamos passando por uma crise de proporções globais, devido ao Coronavírus e também a desvalorização da moeda, inflação entre outros assuntos. Diante desses cenários, a maioria dos investidores preserva o seu dinheiro e o guarda para emergências e imprevistos. Falando nisso, você possui uma reserva de emergência para imprevistos?

De cidades pequenas a metrópoles, existem diversas maneiras de você investir na sua educação, na sua saúde e em você de formas distintas. Algumas dessas formas já são conhecidas por muitos, mas largamente ignoradas seja pela vergonha de utilizar um serviço gratuito ou por falta de tempo. Bom, eu preciso te lembrar aqui que todo serviço público prestado à população não é gratuito de forma alguma. Você paga por ele em forma de imposto, e até o dia 09 de Agosto de 2021 o Brasil já havia arrecadado mais de R$ 1 trilhão e meio de reais em impostos.

Se você paga imposto no alimento, na água, na luz e no seu carro, o mínimo que o Estado precisa fazer é devolver parte desse dinheiro em melhorias aos cidadãos. Nesse sentido, de forma alguma tenha vergonha em utilizar um serviço público porque você paga por ele e nem sempre paga barato. Selecionamos 5 situações que podem ser benéficas para que você economize e ainda consiga investir em você sem gastar muito (ou nenhum) dinheiro:

Vacinas

Por favor responda com honestidade: Antes da Pandemia, com qual frequência você atualizava o seu cartão de vacinas? Qual foi a data da sua última antitetânica? Infelizmente no Brasil os adultos param de se vacinar após a infância e adolescência, o que pode causar a volta de doenças antes já erradicadas. Vimos recentemente por exemplo a nova vacinação contra sarampo justamente por esse motivo.

O Sus possui um sistema de vacinação muito amplo e democrático que pode ser acessado pela internet ou em qualquer posto de saúde ou Clínica da Família do seu bairro em todo o território nacional. Para você ter ideia, o Sus possui até sistemas de entrega de vacinas a populações exiladas ou de difícil acesso como ribeirinhos e indígenas. Investir na sua saúde também significa se precaver, proteger você e a sua família. Por isso, visite uma unidade de saúde, leve a sua caderneta de vacinação e coloque as suas vacinas e de seus familiares em dia. Uma simples vacina contra sarampo atual, custa em média R$ 150,00 em uma clínica particular enquanto a mesma é gratuita nas unidades de saúde. Você se protege, economiza, fica imunizado (algumas vacinas funcionam por 10 anos) e usufrui do seu direito como cidadão contribuinte.

As vacinas já se demostraram muito seguras há décadas e é graças a elas que a expectativa de vida do brasileiro tem aumentado bastante. Então não perca tempo e garanta já o seu direito!

Psicoterapia, fisioterapia e nutrição gastando pouco

Já pensou em ter um psicólogo que possa te ouvir toda semana, te ajudar a lidar com as situações da vida e te ajudar a ser uma pessoa melhor? Uma consulta em média com um profissional de Psicologia custa por volta de R$ 100 a R$ 250,00 dependendo da sua cidade e do currículo do profissional. Existem profissionais que cobram R$ 500,00 a consulta e 4 consultas no mês custam de R$ 400,00 a R$ 1000,00 em média.

Se você achou inacessível o valor no momento, saiba que existem ótimas opções de auxílio mesmo você gastando pouco. Toda faculdade que possua o curso de Psicologia geralmente possui uma clínica escola onde os estudantes do último período estagiam. O atendimento costuma ser gratuito ou a um valor simbólico para custear os gastos mínimos com o atendimento. Faculdades maiores possuem ainda outros atendimentos como estética, fisioterapia e nutrição para a população em geral. Dentro da clínica escola existe o SPA (Serviço de Psicologia Aplicada) onde os atendimentos de psicoterapia acontecem. Você pode dar um Google agora mesmo nas faculdades ao redor e ligar para checar se elas oferecem esse serviço.

Importante ressaltar:

Você receberá o atendimento de estagiários que estarão sob supervisão então tenha em mente que é um atendimento temporário. Esse serviço pode ter uma fila de espera e período de maior e menor procura. Consequentemente após a formação dos estudantes, o quadro será trocado e você receberá o atendimento de outras pessoas. É importante lembrar que o atendimento pelo SPA não é um atendimento definitivo, pois os alunos podem não possuir toda a experiência necessária para lidar com algumas situações. O ideal seria uma consulta com um profissional experiente no assunto. Mas caso não seja possível por condições financeiras, o atendimento pelo SPA pode ajudar bastante até que você consiga pagar um profissional ou conseguir vaga na unidade de saúde.

O Sus também dispõe de atendimento de psicologia, psiquiatria dentre outros serviços relacionados a saúde mental. Assim como a maioria das unidades de Clínica Escola, eles seguem as indicações da OMS para tratamento seguindo o que for clinicamente eficaz. Você pode conferir mais sobre um desses serviços, o CAPS clicando aqui. Procure a unidade de saúde do seu bairro e informe-se.

Oficinas e cursos gastando pouco

Nem todas as pessoas podem pagar uma graduação, um curso técnico ou um curso livre do assunto desejado. Outras pessoas podem não se sentir a vontade para se matricular em um curso de um tema que não sabem se vão gostar ou não. Algumas pessoas querem ocupar o tempo mas não querem gastar dinheiro com isso. Para todas essas opções, existem diversas fontes de cursos gratuitos no país.

Coursera

A Coursera é uma plataforma de parcerias com universidades e empresas ao redor do mundo. Eles oferecem cursos muito variados em idiomas diversos (muitos com legenda) de empresas como o Google, Universidade de Yale, Universidade de Chicago e o Colégio Imperial de Londres. O cadastro é gratuito e os cursos também, porém para obter o certificado é necessário o pagamento de uma taxa. As aulas são muito boas e podem despertar interesses até então desconhecidos. Para acessar, clique aqui.

Secretaria Municipal de Cultura

Se você mora na cidade do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Cultura tem uma programação para toda a cidade incluindo eventos pagos, a preço acessível e gratuitos. Os eventos são variados, passando por oficina de pintura, aulas de capoeira e balé até jazz, atendimento juridico e jiu jitsu. A lista impressiona pelo tamanho e também pelas atividades diversificadas. Você pode praticar inglês, aprender origami, oficina de circo ou apenas visitar ambientes criativos. Para acessar o site, clique aqui.

(ou pagando nada!)

Fundação Bradesco

Agora temos um exemplo totalmente gratuito. Para quem quer por exemplo dar uma conferida nas áreas de administração e finanças, uma boa opção é a Fundação Bradesco. Seus cursos são interessante, possuem um nome considerável e o diploma vale horas complementares para estudantes. Caso você tenha interesse em saber mais, clique aqui.

Unasus

Unasus é a Universidade Aberta do Sus. Ela sempre oferece cursos gratuitos de capacitação e atualização não apenas para profissionais de saúde como também estudantes e a população em geral. Alguns são longos, todos possuem certificação e também dão muitas horas complementares. Caso tenha interesse, clique aqui.

Espero que tenha gostado das indicações e se você achou a informação útil, compartilhe com outras pessoas que possam se interessar. Apoiar o trabalho de quem a gente gosta ajuda muito e também gasta pouco (ou nada!). Um grande abraço e até o próximo texto.

2 replies on “Capítulo 12 – 3 maneiras de investir em você gastando pouco dinheiro”

  1. Sabe o que é irônico, olha que já presenciei, além dos anti-vacinas, pais preferindo vacinar os filhos no particular, talvez pela comodidade – segurança, pode ser mas mesmo assim, ainda é estranho no meu ponto de vista, eu sempre me vacinei nos postos e realmente vacinação no particular é super cara para algo que você pode ter de graça pelo sistema SUS, claro que, você terá que enfrentar uma pequena fila e chegar no horário da vacinação mas todas as vezes eu realize o ato de me vacinar não demorei mais de uma hora. Apesar da acessibilidade que o sistema público oferece, pessoas mais velhas principalmente idosos tem um certa resistência em ir aos posto e aplicar o auto cuidado, principalmente a vacinas com grande durabilidade tais como a anti-tentanica.
    Sobre a Psicologia, cresci com stigmas sobre essa profissão, por influências de familia e amigos próximos que hoje como estudante da mesma, alguns até mesmo posso considerar como “meias-verdade” principalmente na questão salarial da profissão, voltando-se a área clínica é realmente muito variável pois dependerá de muitas circunstâncias, tais como o número de clientes; valor das consultas; a localidade; os custos entre outros.
    E, vou ser sincero a respeito de um assunto, os atendimentos das clínicas escolas independe de qualquer área da saúde, é uma troca conjunta e ao meu ver os alunos que estão ali aprendendo, tem um “gás” na forma de atender e aprender, que dependendo um profissional experiente já não tenha mais a “paciência” a “didática” a famosa “empatia” com o paciente que ali está precisando do atendimento.

    1. Oi Igor, obrigado pelos comentários e pelas questões trazidas. Sim, as vacinas salvam vidas há décadas e somos muito sortudos de termos um país que oferece a vacinação a toda a população. Sobre a Psicologia existem mitos, verdades e mentiras em todas as profissões. Felizmente cabe a nós profissionais sermos o melhor possível para que os mitos sejam substituídos por verdades. Também temos atendimentos sociais que são oportunidades muito boas de um primeiro contato com a Psicologia. Como você disse, oferecem uma experiência e um primeiro contato muito benéfico para ambos 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *